Este artigo também está disponível em: Inglês, Francês, Alemão

Game Over: as contas de videogame dos seus filhos podem estar em risco

Este artigo também está disponível em: Inglês, Francês, Alemão

Se você já passou inúmeras horas tentando terminar um jogo de videogame, sabe muito bem como é desanimador quando todo seu trabalho desaparece se o console ou o jogo travar. Mas, como a maioria dos jogos hoje em dia são jogados online, as consequências são muito mais sérias do que ter de enfrentar de novo aquele vilão na última.

No mundo dos jogos, objetos especiais que você coleciona durante o jogo têm um valor real e estão vinculados a cartões de crédito e contas bancárias de verdade — portanto, alvos perfeitos para os hackers. Desde o início da pandemia, houve um grande aumento no uso de videogames, principalmente entre crianças. O tráfego online de jogos subiu 30% comparado ao início de 2020, e hacks e golpes também aumentaram.

Hackear videogames é um negócio muito lucrativo

Pode até parecer bobagem que um hacker roubaria objetos virtuais, mas eles realmente podem ser muito valiosos. No jogo de tiro em primeira pessoa chamado Counter-Strike: Global Offensive, determinadas armas podem valer centenas de dólares. De acordo com o Wall Street Journal, um garoto de 17 anos que jogava Counter-Strike há anos acumulou mais de mil dólares em armas e outros itens, e todos foram roubados em um golpe de phishing. Um hacker fingindo ser seu amigo o convenceu a transferir seus ativos virtuais para uma outra contra sua, e o garoto descobriu tarde demais que enviou tudo diretamente para um criminoso cibernético.

Há muitos jogadores como ele, vítimas do mesmo tipo de ataque cibernético. De acordo com o Steam, uma plataforma de jogos online, 77 mil contas dos seus usuários são hackeadas todos os meses. O próprio Steam admitiu estar ciente de que há uma rede de hackers habilidosos que miram a plataforma por sua lucratividade. Inicialmente, a plataforma tinha uma política de não reabastecer itens, pois objetos duplicados acabam perdendo valor. Quando um hacker obtém acesso a um item de inventário de um usuário, não é que ele simplesmente desaparece — o item roubado circula até ser vendido a outro usuário, que provavelmente sequer sabe que o objeto tinha sido furtado. Aquelas espadas de cem dólares de repente não têm tanto valor assim.

Com cada vez mais casos de contas violadas, até mesmo entre jogadores altamente habilidosos e experientes, o Steam decidiu tomar providências mais rigorosas para proteger seus usuários.

O Steam reforçou suas medidas de segurança, incluindo seu sistema de mensagens enviadas para usuários se sua conta estiver comprometida, e passou a oferecer uma autenticação de dois fatores própria. A plataforma também implementou um período de espera de três dias para itens trocados entre usuários que não têm o Steam Guard Mobile Authenticator (autenticação de dois fatores) habilitado, ajudando a garantir que o jogador tenha tempo suficiente para identificar qualquer atividade fraudulenta em sua conta.

Hacks de videogames também podem ameaçar dados pessoais

Em junho de 2020, a Nintendo informou que 300 mil contas haviam sido hackeadas. Os hackers obtiveram acesso aos IDs de usuários da Nintendo Network, ou seja, nomes de usuários e senhas vinculados a contas antigas da Nintendo. Os usuários perceberam que os fundos de suas contas haviam desaparecido — hackers conseguiram acessar serviços de pagamento e cartões de crédito, além de endereços de e-mail e datas de nascimento. No entanto, a Nintendo afirmou que números de cartões de crédito não foram comprometidos. A empresa reembolsou a maioria das compras não autorizadas e incentivou os usuários a criarem uma conta com um endereço de e-mail em vez de seus IDs antigos da Nintendo Network.

Como combatemos esses riscos à segurança?

A Dashlane recomenda o seguinte para controlar a privacidade dos seus filhos em videogames:

  1. Configure a autenticação de dois fatores. Para uma maior segurança contra hacks e violações, desenvolvedores incentivam usuários a tomar providências para proteger sua privacidade, como habilitar a autenticação de dois fatores (2FA). Para relembrar a importância de tomar essa medida, veja as noções básicas sobre a 2FA da Dashlane.
  2. Use um gerenciador de senhas para criar e armazenar senhas mais fortes. As senhas mais seguras são aleatórias e únicas. Mas você não precisa lembrar de sequências aleatórias de números para cada conta. Usar um gerenciador de senhas como a Dashlane pode mudar tudo em sua vida online. A Dashlane também oferece planos de família para você e seus filhos poderem usar senhas diferentes, e você terá a tranquilidade de saber que todas elas estarão protegidas.
  3. Tenha cuidado com tudo que você vincula à sua conta de videogame. No caso da violação sofrida pela Nintendo no meio do ano, muitas contas de usuários estavam vinculadas aos seus perfis do PayPal, que eram vinculadas aos seus cartões de crédito. É claro que você não vai abrir uma conta bancária nova só para a Nintendo, mas é importante ficar atento a quem você fornece acesso, e incentivar seus filhos e filhas a fazerem o mesmo. Compras no aplicativo de itens de jogos para iPad podem parecer inofensivas, mas não é nada difícil um aplicativo de terceiros obter acesso às suas informações pessoais. Fale com seus filhos sobre costumes de segurança online e considere definir controles de conteúdo nos iPhones deles ou usar o Family Link para Android para controlar conteúdo baixado.
  4. Fique atento a e-mails de phishing e URLs falsos. Se você receber um alerta inesperado por e-mail informando de forma vaga que há um “problema com sua conta”, resista à vontade de clicar nele. Muitas vezes é uma tática usada por pessoas mal intencionadas para fazer phishing de suas credenciais. Para obter seus dados de login, hackers também criam sites que parecem idênticos aos sites de jogos. Verifique se a URL vinculado e o endereço de e-mail do remetente estão corretos.
    Dashlane

    A Dashlane oferece a todos que usam a internet uma forma mais simples de viver online. Gere senhas fortes e aleatórias para todas as suas contas e preencha automaticamente campos de login, informações pessoais e de pagamento - tudo isso sem comprometer a segurança. A Dashlane funciona em todos os principais dispositivos, sistemas operacionais e navegadores, fazendo com que navegar na internet seja mais prático e seguro - em casa, no trabalho e onde quer que você esteja.

    Leia mais